Os Princípios Defensivos do Futebol

Na sequência da minha última publicação, vamos abordar os Princípios Táticos que se definem por um conjunto de normas sobre o jogo que proporcionam aos jogadores a possibilidade de atingirem rapidamente soluções táticas para os problemas advindos da situação que defrontam (Garganta J. & Pinto J., 1994). Quando um Treinador inicia o seu percurso juntamente com a sua Equipa procura transmitir um conjunto de ideias e soluções para ultrapassar os problemas que surgem em campo, com base em alguns princípios fundamentais. Esses princípios estão intimamente ligados em ambas as fases (ofensiva e defensiva), pelo que, ao longo do jogo se irão tentar sobrepor constantemente. Como já foram abordados os Princípios Táticos da fase ofensiva, hoje irei escrever sobre os da fase defensiva.

Recordando os princípios gerais, pois têm essa denominação, exatamente por se aplicarem aos restantes princípios e fases do jogo, sendo que na zona da bola procura-se: criar superioridade numérica, evitar igualdade numérica e recusar inferioridade numérica (Queiroz, 1983).

Quando uma Equipa se encontra em fase defensiva, segundo Garganta J. & Pinto J. (1994) surgem alguns princípios operacionais tais como: 

  • Impedir a progressão do adversário;

  • Reduzir o espaço de jogo do adversário;

  • Proteger a sua baliza;

  • Anular situações de finalização;

  • E por último, recuperar a bola.

 

Após esta breve explicação, passarei a destacar os principais objetivos dos princípios defensivos, que ao longo do jogo estão muitas vezes interligados e dependentes uns dos outros, com vários objetivos comuns. Segundo Worthington (1974) os princípios táticos da fase defensiva auxiliam todos os jogadores (sejam os mais distantes ou os mais próximos da bola) a coordenarem os seus comportamentos técnico-táticos dentro da lógica de movimentações preconizada para o método defensivo da equipa, procurando essencialmente, a execução rápida e efetiva das ações da defesa que levem à consecução dos dois principais objetivos defensivos: defender a própria baliza e recuperar da posse de bola.

Iniciando pelo princípio da contenção que essencialmente visa fazer com que o defesa possa diminuir o espaço de ação ofensiva do portador da bola e orientar a sua progressão para a zona pretendida e treinada de acordo com os sub-princípios da ideia de jogo do seu Treinador. É importante parar ou atrasar o Ataque do adversário, dando um maior tempo para a Equipa se organizar defensivamente, assim como restringir as opções de passe para outro jogador. Evitar o drible que favoreça a progressão pelo campo em direção à baliza, impedindo assim a finalização também se torna fundamental neste princípio. O defesa deve posicionar-se entre a bola e a baliza, tendo em atenção quatro pontos fundamentais: 1) Bola; 2) Espaço; 3) Colega; 4) Adversário (Jorge Jesus, Aula na FMH em Março de 2013). Se ainda não assistiram, aconselho vivamente a que o façam, (clique no link) pois serão provavelmente alguns dos melhores minutos empregues na vossa formação. Não são necessariamente organizados dessa forma, pois irá sempre variar consoante as ideias de cada Treinador e fundamentalmente consoante as zonas do campo.

 

O princípio da cobertura defensiva está relacionado com as ações de apoio de um jogador ao primeiro defensor, de forma a reforçar a marcação defensiva e a evitar a progressão do portador da bola em direção à baliza. Os defesas devem ser um novo obstáculo para o portador da bola, caso este consiga ultrapassar o defesa que se encontra em contenção. Os ângulos de cobertura, as distâncias entre defesas vão estar intimamente relacionados com as zonas do campo e com duas concepções muito importantes que estarão implícitas e se irão estabelecer gradualmente de acordo com o local da bola: qual o risco para a baliza e o espaço que existe para as manobras ofensivas do adversário. À medida que a bola se aproxima da baliza, deverá haver menos tempo e espaço para deixar o adversário decidir. Algo também muito importante no Futebol é a comunicação, fundamentalmente na fase defensiva, pois existirão muitos momentos em que deve haver uma coordenação ótima e que só poderá ser atingida com a comunicação dos colegas que têm uma melhor visão sobre o jogo. É necessário ainda transmitir confiança e segurança ao jogador que está em contenção para que ele tenha a iniciativa de enfrentar o portador da bola.

 

O princípio do equilíbrio está garantido a partir do momento que os jogadores compreendem as noções implícitas dos seus aspectos estruturais e funcionais. O primeiro aspecto pauta-se na premissa que a organização defensiva da equipa deve deve criar a superioridade numérica ou, no mínimo garantir igualdade numérica de jogadores entre a bola e a sua baliza, assegurando a estabilidade defensiva na zona da bola. Por isso, é fundamental dar apoio aos colegas que executam as ações de contenção e cobertura defensiva, marcando jogadores livres (que potencialmente poderão receber bola) e cobrindo espaços e eventuais linhas de passe.

 

O princípio da concentração baseia-se nas movimentações dos jogadores em direção à zona do campo onde se poderá gerar mais perigo para a sua baliza, com o objetivo de aumentar a proteção da mesma. Torna-se importante condicionar o jogo ofensivo para zonas de menor risco para a baliza evitando que surjam espaços livres, principalmente nas costas dos jogadores que efetuam os restantes princípios defensivos. Sendo assim, as ações de concentração podem ser realizadas em qualquer zona do campo, bastando para isso que todos os jogadores se posicionem de forma a não permitirem espaços entre setores e dentro de cada setor (entre-linhas e intra-linhas).

 

Link do Artigo:

https://www.researchgate.net/publication/297371047_Principios_taticos_do_jogo_de_futebol

 

Para entender melhor a teoria, nada melhor do que ver a prática. Para isso, poderá assistir ao vídeo que eu fiz de análise aos princípios defensivos interpretados e colocados em prática pela equipa do F.C. Bayern de Munique, em "A Mulhara Bávara".


👀⚽️🧠📝

André Azevedo

Assistant Coach ⚽️
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • newemailoutlinesymbolinblackcircularbutt

© 2020 por André Azevedo

Subscreva a Newsletter

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • newemailoutlinesymbolinblackcircularbutt
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now